O suicídio do Eufrásio

Paranóico, seus inimigos eram só imaginários

Publicado em 10/03/2016 às 20h30

Todo mundo gostava do Eufrásio. E todos sabiam que ele não tinha motivos para imaginar que tivesse inimigos...

Menos o Eufrásio, que, na sua paranóia, por todos os cantos via inimigos dispostos a assassiná-lo a qualquer momento, por qualquer motivo.

Com isso, a vida dele era um tormento constante. Até que não suportou tanto pavor provocado pelos inimigos que sua própria mente enferma inventava...

Segundo as autoridades que atenderam a ocorrência, sem sombra de dúvida foi suicídio. Diante do medo constante e sem motivos, Eufrásio tirou a própria vida e o legista anotou:

“Sinais de auto-espancamento, esganadura, sete tiros no tronco e na cabeça, e oito facadas pelo corpo”.

Caso encerrado.

Compartilhar

YanoneKaffeesatz|YanoneKaffeesatz fwR left|YanoneKaffeesatz fwR b05n bsd|sbww c10|c10|image-wrap|news login b01 c05 bsd|b01 c05 bsd|b01 c05 bsd|login news b01 c05 bsd|b01 c05 bsd|b01 c05 bsd|content-inner||